Notícias

14/11/2017 - Heitor volta a chamar atenção para caos na saúde pública

O deputado estadual Heitor Férrer (PSB) voltou a levar para a pauta de discussões da Assembleia Legislativa a crise de desabastecimento das unidades hospitalares estaduais. O parlamentar ressaltou em seu pronunciamento as informações que foram repassadas por profissionais da saúde sobre a situação de atendimento nos principais hospitais do estado.


Entre os relatos, Heitor destacou o apelo dos cardiologistas do Hospital de Messejana, referência em cardiologia na região Norte-Nordeste que afirmam que há dias não pode oferecer serviço de hemodinâmica e trombolítico. “Resumindo, os médicos não têm o que fazer e assistem aos pacientes morrerem de infarto”, lamentou.


O parlamentar também relatou o posicionamento dos diretores dos hospitais terciários do estado, que  afirmam que as unidades passam por um colapso e a população está abandona à própria sorte, e da Associação Médica do Hospital Geral de Fortaleza, que comunica a situação dramática de desabastecimento de insumos e materiais básicos que resulta no cancelamento da assistência em diversas especialidades.


“É inaceitável que os meses de outubro, novembro e dezembro haja esse desabastecimento de material básico em nossos hospitais condenando as pessoas à morte. A falta de insumos básico, impedindo os médicos de atuarem, gera morte”, lamentou o deputado.


Heitor voltou a questionar também a atuação do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar - ISGH, lembrando que em 2015 tentou implantar uma CPI para investigar as contas da entidade. Ele afirmou que os recursos destinados ao instituto, assim como a arrecadação do Estado, vêm aumentado ao longo dos anos não era para estar faltando dinheiro para administrar a saúde.

Mais notícias

14/11/2017
07/11/2017
21/11/2017
14/11/2017
veja mais