Notícias

31/10/2017 - Heitor Férrer critica governo por situação da Santa Casa

O deputado estadual Heitor Férrer (PSB) voltou a criticar o Governo do Estado pelo corte do repasse anual de R$ 370 mil da Secretaria de Saúde (Sesa) para a Santa Casa de Misericórdia. Com a suspensão dos repasses, 250 cirurgias não poderão mais ser realizadas. Segundo o deputado, com a medida, o governo decreta pena de morte oficial para os 1.615 pacientes que estão na fila de espera por uma cirurgia na Santa Casa. “São pessoas com câncer de próstata, câncer de intestinos, entre outras enfermidades, que irão morrer sem a intervenção cirúrgica que necessitam”, lamentou.


O parlamentar afirmou ainda que a verba da Santa Casa é insignificante para os cofres do Estado comparado aos gastos mensais com energia elétrica do Centro de Formação Olímpica (CFO) na ordem de R$ 130 mil. “Um elefante branco, construído para formar atletas. Mas nenhum foi formado. São 130 mil reais que faltam para a população”, criticou.


Heitor lamentou também que enquanto o governador tenta inserir uma agenda positiva com a criação de voos internacionais diretos de Fortaleza e a previsão de arrecadação de R$ 26 bilhões para 2018, o estado convive ainda com elevados índices de violência tendo em oito meses de 2017 superado o total de assassinatos de todo ano de 2016.

Mais notícias

14/11/2017
07/11/2017
21/11/2017
14/11/2017
veja mais