Notícias

17/04/2017 - DEPUTADOS DEBATEM CRISE HÍDRICA E SITUAÇÃO DO RIO JAGUARIBE

As comissões de Desenvolvimento Regional, Recursos Hídricos, Minas e Pesca, presidida pelo deputado Carlos Matos (PSDB), e de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido, presidida pelo deputado Roberto Mesquita (PSD), realizam, nesta segunda-feira (17/04), audiência pública para debater a grave situação por que passa o rio Jaguaribe e os impactos socioeconômicos na região, decorrentes da crise hídrica no Ceará.

A audiência será realizada no Núcleo de Informação Tecnológica (NIT), da cidade de Limoeiro do Norte, às 14h, e atende a solicitação do deputado Heitor Férrer (PDT).

A primeira discussão será em torno das questões ambientais, envolvendo o assoreamento do rio e a necessidade de repovoamento das matas ciliares. Durante o encontro, serão discutidos também os impactos socioeconômicos dos 21 municípios do Alto, Médio e Baixo Jaguaribe, redução das áreas irrigadas, queda no emprego e renda e falta de água potável, provocada pela crise hídrica instalada na região.

Dados do Relatório da Comissão para Acompanhar e Monitorar o Andamento das Obras da Transposição do Rio São Francisco e Uso de Suas Águas no Estado do Ceará apontam que, dos 90 mil hectares irrigados do estado, cerca de 40 mil hectares foram afetados pela crise hídrica, acarretando uma redução de R$ 800 milhões de renda bruta e 96 mil empregos diretos e indiretos.

Foram convidados a participar da audiência autoridades e usuários do Alto, Médio e Baixo Jaguaribe, englobando prefeitos, vereadores, secretários de Meio Ambiente, secretários de Recursos Hídricos, secretários de Agricultura, produtores rurais, irrigantes, presidentes de comitês de bacias e a sociedade.

O Jaguaribe, mais importante rio cearense, com extensão de 633 km, nasce na Serra da Joaninha, no município de Tauá, e deságua no Oceano Atlântico, no município de Aracati. Ao todo, 62 açudes recebem suas águas, beneficiando 81 municípios.

Fonte: Brasil247

Mais notícias

14/11/2017
07/11/2017
21/11/2017
14/11/2017
veja mais