Notícias

12/04/2017 - Heitor Férrer lamenta rejeição do Governo para debater tatuzões

deputado Heitor Férrer (PSB) lamentou nesta quarta-feira (12), na Assembleia, a rejeição do requerimento de autoria do deputado Odilon Aguiar (PMB) para a realização de uma audiência pública com fins de discutir os impactos ambientais, sociais e econômicos do não uso das tuneladoras, adquiridas em 2012 para a construção da Linha Leste do metrô de Fortaleza.

Para Heitor, o Governo do Estado está cerceando um direito parlamentar e da população ao não debater o assunto com a sociedade, a quem deve uma satisfação.

“Foi negado o direito de se debater algo que nós devemos uma satisfação ao público, a quem pagou 66 milhões de dólares por equipamentos que continuam encaixotados, sem cavarem os túneis e, o que é pior, ainda foram roubados. É preciso saber que peças foram roubadas, quais foram recuperadas, para sabermos se estão em condições de prestar os serviços para os quais foram erroneamente adquiridos”, defendeu.

Segundo ele, a atitude demonstra que há demérito na compra das tuneladoras pelo governo, já que quando a agenda é positiva o natural é que se mostre que o dinheiro foi bem gasto. “É lamentável que o governo tenha vergonha de tirar os esqueletos dos armários. Certamente esses esqueletos comprometem a integridade do governo e simbolizam a fragilidade que tem em debater certos temas”, disse Heitor.

Fonte: Ceará7News

Mais notícias

14/11/2017
07/11/2017
21/11/2017
14/11/2017
veja mais