Notícias

19/07/2016 - Heitor anuncia sua coligação e o nome do vice

A aliança entre o PSB e a REDE Sustentabilidade representa a aproximação de duas entidades partidárias que têm identidade e, acima de tudo, a continuidade do que foi plantado por Eduardo Campos e Marina Silva em 2014. A afirmação é do presidente estadual do PSB, o deputado federal Danilo Forte, que ontem participou do anúncio do nome do advogado Dimas Oliveira como pré-candidato ao cargo de vice-prefeito de Fortaleza, na chapa que tem à frente o deputado estadual Heitor Férrer.

A união foi oficializada, ontem, na presença de correligionários dos dois partidos no Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa. "Heitor tem legado como candidato diferenciado por sua história política. É natural que aqueles que pensem parecido se irmanem dentro de um projeto", afirmou Danilo, mostrando confiança de que a eleição será decidida a seu favor, no segundo turno.

Ao lado de Heitor Férrer, Dimas Oliveira defendeu que cabe ao vice-prefeito manter a discrição e entender que acima dele existe um prefeito que foi eleito para o cargo. "O vice acompanha tudo de perto e se ele conseguir, em sua secundariedade, ser efetivo na gestão, já estará fazendo muita coisa", apontou o presidente estadual da REDE.

O pré-candidato a prefeito disse, ainda, que o programa de governo da chapa será apresentado de maneira "sensata". "Faremos que seja exequível, sem ficção e venda de ilusão. Para que amanhã tenhamos orgulho de dizer que somos exemplo de administração e que nos orgulhamos da cidade onde moramos", afirmou Heitor Férrer.

Questionado sobre outras possíveis alianças, ele fugiu da resposta, mas não se calou. "A percepção que temos é que se tentou fazer um isolamento da nossa candidatura. Subestimaram a condição eleitoral que nós temos, no sentido de esvaziar nossa campanha, como se nós, mesmos sozinhos, não fôssemos adiante no desejo de sermos pré-candidatos à Prefeitura", disse.

Esforço

Heitor relatou que, na busca de reforço para sua pré-candidatura, chegou a procurar o senador Tasso Jereissati (PSDB), assim como Danilo Forte procurou outras agremiações. "Mas todos já estavam compromissados, o que é compreensível, e não conseguimos trazê-los para nosso lado", lamentou. "Até que Dimas nos procurou. Portanto, a REDE veio em um bom momento, porque tínhamos já a intenção concreta de concorrer, mesmo sozinhos".

Sobre o reduzido tempo de propaganda no Rádio e na TV, o pré-candidato disse não ocupar muito a mente e seu tempo pensando nisso. "Todos buscam sopinhas de letras para angariar tempo. Nós não temos essa sopinha. Somos apenas dois partidos. O tempo é limitado, mas vamos nos desdobrar para estabelecer uma comunicação muito franca com a cidade de Fortaleza. Temos na composição com a REDE a figura da Marina Silva, que é um rio de água limpa nesse mar de lama chamado Brasil".

Embora o foco desta eleição seja conquistar a Prefeitura da Capital, Danilo Forte afirmou, ainda, que tem andado "incansavelmente" por cidades do Interior. "Queremos agregar novas lideranças, gente que ainda identifica na política uma forma de organização saudável da sociedade, que não perdeu a esperança de que podemos consertar o País através da política", afirmou. "Hoje o partido está em 152 dos 184 municípios cearenses, e queremos eleger, nas eleições de outubro próximo, pelo menos 30 prefeitos", estimou.

Por sua vez, a REDE, de acordo com seu presidente no Ceará, Dimas Oliveira, conta com mais de 40 diretórios municipais e cerca de dez candidatos a prefeituras. "Não estamos muito preocupados com quantidade, mas com a qualidade", defendeu.

Fonte: Diário do Nordeste

 

Mais notícias

25/09/2017
22/09/2017
20/09/2017
13/09/2017
veja mais