Notícias

28/06/2016 - Heitor Férrer pede punição para caso dos empréstimos consignados no Ceará

O deputado Heitor Férrer (PSB) voltou a cobrar, na tribuna da Assembleia, um resultado para o caso dos empréstimos consignados no Ceará, denunciado por ele em 2011 durante o governo de Cid Gomes e que segue sem a punição dos envolvidos nas irregularidades. O parlamentar comparou o caso ao que resultou na prisão do ex-ministro do governo Lula, Paulo Bernardo, na semana passada.


“O Paulo Bernardo do Ceará não está preso ainda. Nem o ex-secretário Arialdo Pinho nem seu genro, o  Zé do Gás, que foram os saqueadores dos bolsos dos servidores. Ao longo dos anos, esse esquema montado pelo ex-governador Cid para patrocinar amigos, somou de prejuízo para os servidores em torno de 150 milhões de reais. O Paulo Bernardo por 7 milhões está preso. Perto do que o Arialdo Pinho e seu genro fizeram aqui no Ceará, esse caso do Paulo Bernardo é fichinha”, afirmou.


Heitor Férrer ressaltou ainda que, à época da denúncia, tentou instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), sem sucesso, e encaminhou o caso para o TCE e Ministério Público. A ação ainda tramita na Justiça sem resposta. “Pedimos que o Ministério Público insista nessa investigação. O que aconteceu foi um escárnio com os servidores e não pode ficar por isso mesmo”, cobrou.

Mais notícias

14/11/2017
07/11/2017
21/11/2017
14/11/2017
veja mais