Notícias

09/05/2016 - Psol inicia debate sobre plano de governo para eleições

O Psol iniciou no último sábado, 7, os debates internos para a formulação do plano de governo para as candidaturas nas eleições de outubro deste ano. O seminário que elabora as discussões é organizado pela Fundação Lauro Campos pelo e o partido nacionalmente.

Realizado no centro de formação Frei Humberto, o seminário “Se a Cidade Fosse Nossa” tem o objetivo de abrir e fortalecer o processo de construção do programa de governo que o Psol apresentará nos diversos municípios do Estado. Fortaleza foi a quarta cidade a receber o debate do ciclo nacional da agremiação.

Os debates iniciaram nas cidades de São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro. O Ceará é o quarto Estado a receber o ciclo nacional do partido.

O deputado estadual Renato Roseno (Psol) afirmou que o partido no Ceará deverá apresentar uma grande quantidade de candidaturas a prefeitura e ao legislativo no interior do Estado. Segundo ele, a discussão de aliança da legenda com a frente de esquerda (PCB e PSTU) deverá ser iniciada ainda em maio. Já a escolha do candidato será discutida apenas em junho.

A discussão de candidatura não foi prioridade no partido em razão do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Contra a deposição da presidente por meio desse processo, o partido trabalhou em Brasília para evitar a destituição.

“A prioridade do Psol tem sido a agenda nacional, ainda não se debruçou sobre a agenda eleitoral deste ano”, disse o parlamentar, que é um dos nomes fortes do partido para a candidatura ao Executivo municipal.

Seminário

Fazendo parte de um ciclo nacional de discussões sobre o programa de governo nas eleições de 2016, a Capital cearense debateu direito à comunicação e ecossocialismo. 

 

“É preciso que sejamos nós aqueles e aquelas que se proponham a fazer o debate da crise ecológica e da crise climática, com a profundidade necessária, com a crítica sistêmica necessária. É possível que aqui no Ceará, nos mais diversos municípios, seja mais fácil discutir abertamente certos aspectos da mudança climática, porque ele bate na porta das pessoas na forma do desabastecimento de água, da erosão marinha e em outros aspectos. Isso já está presente em vários municípios nossos”, afirmou Alexandre Costa, membro do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas. (Wagner Mendes - wagnermendes@opovo.com.br)

 Saiba mais

Partidos já se articulam para a candidatura à prefeitura de Fortaleza. Capitão Wagner (PR) formalizou aliança com o PSDB para concorrer ao Paço Municipal.

Com o provável governo Michel Temer, o deputado federal Vitor Valim (PMDB) ganha musculatura na Capital para garantir sua candidatura ao Executivo, e busca apoios nesse momento.

O Partido dos Trabalhadores deve organizar para os próximos dias a discussão e o anúncio do nomes para a candidatura própria. O partido evitará a disputa de prévias e tentará sair unido em meio a um desgaste de imagem da legenda.

Heitor Férrer, depois de não garantir o apoio do PSDB, corre por fora e busca apoios de partidos que ainda não se decidiram no pleito eleitoral de outubro. Entre ele estão o PRB e o Solidariedade.

Fonte: O Povo

Mais notícias

25/09/2017
22/09/2017
20/09/2017
13/09/2017
veja mais