Notícias

26/03/2016 - As forças em ascensão

O PSDB QUE DÁ SUPORTE A WAGNER

A aliança entre o PSDB e Capitão Wagner, informada no O POVO de ontem, em matéria de Letícia Alves, começa a dar musculatura à oposição na disputa pela Prefeitura de Fortaleza. É provável que o PMDB também passe a compor o bloco. Nenhum opositor conseguirá aliança tão ampla quanto a formada pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT), mas uma coligação com PR, PSDB e PMDB já teria tempo nada desprezível, sem falar de estrutura.

Mais dificuldade vem tendo Heitor Férrer. A decisão do PSB nacional seria de lançá-lo, não importando se conseguirá formar alianças ou não. Terá tempo de rádio e TV reduzido. Porém, facilitará o histórico discurso de independência.


O APOIO DO PSDB

Nunca um candidato apoiado pelo PSDB foi eleito em Fortaleza, mas a crise nacional mudou a inserção do partido na Capital. Durante décadas, Tasso Jereissati (PSDB) sofreu enorme rejeição em Fortaleza. E ela certamente não acabou. Porém, a última eleição mostrou uma nova força política do senador na Capital. No primeiro turno, ele foi o candidato mais votado, entre todos os cargos. Superou Dilma Rousseff (PT) para presidente e Eunício Oliveira (PMDB) para governador. Nos protestos do último dia 13, tucanos foram hostilizados em várias partes do Brasil. No principal reduto do PSDB – São Paulo – o senador Aécio Neves e o governador Geraldo Alckmin foram alvo de críticas de manifestantes. Em Fortaleza, Tasso teve recepção de astro da oposição. Na eleição em Fortaleza, ele será apoio valioso como talvez nunca tenha sido.


Fonte: O Povo

Mais notícias

14/11/2017
07/11/2017
21/11/2017
14/11/2017
veja mais