Notícias

12/02/2016 - Secretário da Fazenda irá reunir Conselho Gestor para discutir novos cortes de despesas

Em vista da queda real na arrecadação do Estado no mês de janeiro, seguindo a tragetória da economia nacional, o secretário da Fazenda, Mauro Filho, irá se reunir até a próxima terça­feira (15) com o Conselho Gestor do Estado para verificar se ainda há espaço para cortes de despesas na estrutura do governo. No primeiro mês do ano, o Ceará amargou queda de R$ 133 milhões nos repasses do FPE (Fundo de Participação dos Estados) e de R$ 50 milhões na arrecadação do ICMS. Em setembro último, já houve contingenciamento em telefonia fixa, móvel, alugueis e combustível, além da suspensão dos carros para os cargos de Secretário Executivo e Adjunto.


Questionado sobre a possibilidade de contratação de servidores neste ano, o secretário disse que precisa analisar o comportamento da receita durante o primeiro trimestre do ano para poder definir. Ele alerta que os gastos com a folha de pagamento estão em 45,93% do orçamento, bem próximos do limite prudencial de 46,17%, o qual, caso ultrapassado, implica em sansões ao Estado. 

Sobre a crise econômica do país, Mauro Filho atrelou a uma possível recuperação ainda neste ano ao desfecho do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Para ele, caso o processo fracasse, a economia deve mostrar sinais de recuperação em 90 dias. 

“A situação econômica está agravada por essa indefinição. A partir do momento que isso estiver definido a coisa fica diferente, muda a negociação com o Congresso e muda a insegurança dos agentes econômicos, dos investidores nacionais e internacionais”, disse. 

Visita à Assembleia 

Informalmente, ontem Mauro esteve na Assembleia. Recentemente, citado pelo deputado Heitor Férrer (PSB), que fez um convite ao secretário para que fosse à Assembleia prestar esclarecimentos sobre as contas do Estado, o secretário disse que irá à Casa no fim do mês. Ele propôs uma visita para o dia 29 de fevereiro, quando irá apresentar o relatório de gestão fiscal de 2015 

Fonte: Diário do Nordeste

Mais notícias

25/09/2017
22/09/2017
20/09/2017
13/09/2017
veja mais