Notícias

28/08/2015 - Cid reúne grupo na AL e anuncia data de filiação

O ex-governador Cid Gomes reúne hoje, às 14h, em auditório na Assembleia Legislativa, o grupo político liderado por ele e Ciro Gomes e anunciará a data de filiação ao PDT, que deve ocorrer na primeira quinzena de setembro. Na ocasião, os integrantes da comissão formada por deputados e prefeitos para analisar os impactos que a migração pode provocar em alguns municípios cearenses apresentará um relatório com detalhes sobre quais serão as cidades onde pode haver dificuldades.


A avaliação de parlamentares e aliados de Cid e Ciro é que os problemas são pequenos e não devem trazer prejuízos ao objetivo principal da troca de sigla.

Cid, Ciro e o prefeito Roberto Cláudio passaram a discutir abertamente a mudança para o PDT ainda no mês de julho quando reuniram os demais integrantes do grupo político para anunciar oficialmente o convite .Na época, no entanto, Cid e Ciro não fizeram nenhuma sinalização.

Praticamente um mês depois, porém, ambos comandaram novo encontro com seus liderados e, dessa vez, foram enfáticos ao anunciarem o desejo de ir para o PDT por chances mais seguras de uma candidatura à presidência da República em 2018. 

Cientes de que a mudança para o PDT causaria situações de conflito em alguns municípios, inclusive em Fortaleza, Cid Gomes adiantou que a comissão seria formada para estudar a situação em cada uma das 184 cidades cearenses. "Nós não vamos para canto nenhum deixando uma amigo sequer no meio do caminho", garantiu Ciro Gomes na tentativa de tranquilizar os correligionários do Interior. 

Conflitos 
Quatro dias depois, o grupo se reuniu com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Na ocasião, Cid Gomes revelou que a filiação ocorrerá até a primeira quinzena de setembro, quando já deverão ter solução os conflitos em alguns municípios.  

O presidente estadual do PDT no Ceará, André Figueiredo, adiantou que não participa hoje do encontro e assegurou que ainda não é o momento em que será feita a filiação. "É apenas um encontro interno entre os integrantes do PROS."

Questionado sobre as dificuldades nos municípios causadas pela migração de Cid e Ciro para o PDT, André Figueiredo disse acreditar haver problemas reais apenas em torno de seis municípios, mas soube citar apenas cinco cidades: Fortaleza, Aracati, General Sampaio, Acopiara e Jaguaruana. "São tão poucos que fica difícil eu lembrar", alegou o deputado federal.

Já o caso de Aracati foi apontado pelo ex-governador Cid Gomes como um dos casos complicados. O ex-secretário Bismarck Maia, quer disputar a Prefeitura do município, mas o atual prefeito é do PDT e tenta a reeleição

Bismarck Maia alega que o caso dele não tem sido tratado pela comissão, pois explica que a situação tem sido negociada diretamente entre Cid Gomes. "Não é que o meu caso seja diferenciado, mas já estava sendo tratado anteriormente." 

Fonte: Diário do Nordeste 

Mais notícias

25/09/2017
22/09/2017
20/09/2017
13/09/2017
veja mais