Notícias

28/08/2015 - Ciro Gomes revela ter feito apelo para Heitor Férrer ficar no PDT

O ex-ministro Ciro Gomes pediu que o deputado Heitor Férrer permaneça filiado ao PDT. Em entrevista ao jornal O Estado, ele admitiu, inclusive, já ter feito “apelos pessoais” ao pedetista, logo após tomar conhecimento de que o Férrer estaria pensando em deixar a legenda, caso fosse confirmado o ingresso do grupo político ligado aos Ferreira Gomes no PDT.

Ciro afirmou que Heitor deveria “preservar sua independência e permanecer no PDT”, pois, segundo ele, o objetivo do grupo é a construção de um projeto nacional e nada desrespeitará a autonomia de Heitor.

As declarações foram dadas após reunião com o governador Camilo Santana, na tarde de ontem.  “Eu mesmo já fiz apelos pessoais ao Heitor, e, aqui, faço em público novamente. Ele deveria preservar sua independência e permanecer no PDT. O que está se processando é um projeto nacional e não tem nada aqui que desrespeite a liderança e autonomia do Heitor. Esse movimento se faz devido a uma possível candidatura minha ou do Cid à Presidência da República. Numa hora em que o País precisa que todos nós deixemos de lados as questões locais e pessoais, para pensar no País que está passivel de uma interrupção no seu itinerário”, disse ao jornal O Estado.

Ciro não poupou elogios a Heitor. E disse que “não esperava” a postura do político de avaliar deixar o PDT. “Sempre o respeitei. Ele [Heitor] é um homem muito íntegro. Fez uma oposição respeitosa ao Cid”, enfatizou ao lembrar que Heitor foi um dos maiores críticos da gestão cidista à frente do governo do Ceará. 

Fora

Heitor Férrer deve deixar o PDT com a chegada do grupo de Cid (hoje Pros), que lançará Roberto Cláudio à reeleição, para a Prefeitura de Fortaleza. Nos últimos dias, Heitor disse lamentar a situação e confirmou a possível filiação ao PSB.

Ciro comentou, ainda, os últimos acertos visando à ida para o PDT. Uma comissão deve se reunir, hoje, para discutir a situação partidária em cada município. Segundo adiantou o ex-ministro, as divergências são “pontuais”, no entanto, é necessário um consenso entre a maioria dos filiados, divididos entre os 184 municípios cearenses, de modo a manter a base unificada. “Embora cada divergência seja uma pessoa muito querida, nós não podemos deixar no meio do caminho”, disse, acrescentando que um mapeamento da situação está sendo realizada, para posteriormente ser discutida com o grupo. 

Transnordestina

À frente do projeto da Transnordestina, na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Ciro Gomes garantiu a assinatura do contrato de 100% da obra em território cearense. O assinatura acontece, hoje, durante a passagem da presidente Dilma Rousseff pelo Ceará para dar ordem de serviço do Lote 4 da Ferrovia, que interliga os municípios de Piquet Carneiro e Acopiara.

“Em julho de 2018, quero ver se a gente atravessa o Ceará de trem”, afirmou Ciro, referindo-se ao prazo para conclusão da obra.

Ao todo a Transnordestina percorre 1.728 quilômetros, ligando os portos do Pécem (CE) E Suape (PE) ao cerrado do Piauí, no município de Eliseu Martins. Somente em território cearense, são 526,5 quilômetros de estrada de ferro. A ferrovia tem como objetivo estratégico desafogar os portos de Santos, Vitória e Itaguaí, no sudeste brasileiro, e permitir a integração econômica da região Nordeste.

Segundo dados da Transnordestina Logística S/A, 2.500 trabalhadores se concentram no trecho entre Missão Velha e Acopiara, e cerca de 51% da obra foi concluída. A previsão inicial era de que a obra ficasse pronta em 2010. Após sucessivos atrasos, a nova data de conclusão agora é 2018. O projeto foi incluído no PAC-2 durante o primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff.

Fonte: O Estado

Mais notícias

25/09/2017
22/09/2017
20/09/2017
13/09/2017
veja mais