Na Mídia

27/07/2017 - Hora de mudar

No retorno às atividades pós-recesso, a AL-CE, após a segunda votação da PEC do TCM, terá a chance de aperfeiçoar o Tribunal de Contas do Estado, com medidas cobradas pela sociedade. Trata-se de mais uma PEC do deputado Heitor Férrer (PSB), propondo mudança no sistema para a escolha dos conselheiros. Defende que a indicação de três dos conselheiros seja feita através de lista tríplice escolhida pelo próprio TCE, entre auditores e membros do Ministério Público. Os quatro ministros restantes deverão ser escolhidos entre servidores estaduais concursados, com mais de 10 anos de carreira em cargo diretamente ligado à área de Controle de Contas. Dessa forma, o tribunal ficaria livre de críticas à sua composição, e aperfeiçoaria os seus quadros, adquirindo legitimidade e mais eficiência técnica. Paralelamente, o deputado Renato Roseno (PSOL) trabalha sugestões direcionadas às cortes fiscais de modo geral. Ele quer a definição de mandatos com o fim da vitaliciedade para a indicação de políticos, motivo das manifestações contrárias ao conteúdo funcional de cortes fiscais. As propostas, seriam bem-vindas, posto que, destituídas de conteúdo político partidário.

Pergunta polêmica Contrário à extinção de tribunais fiscais, o ex-deputado e ex-presidente do Tribunal de Contas da União, Ubiratan Aguiar, faz uma indagação que poderá gerar polêmica. Qual economia será melhor para o estado? “O fim do TCM, ou um corte nas despesas dos senhores deputados?” Com histórico repleto de conquistas meritórias, Ubiratan tem estofo para questionar a decisão do Legislativo estadual.

Tucanos em ação Tendo como estrela maior o senador Tasso Jereissati, o PSDB fará encontro regional em Aracoiaba, com lideranças e militantes de todo o Maciço de Baturité. Na pauta: eleições-2018 e reforma-política.

Meio campista Exercendo voluntariamente o papel de meio campista do governador Camilo Santana em Brasília, o deputado Danilo Forte (PSB) empenha-se por mais recursos para o Estado. Uma das metas é um presídio de segurança máxima.

Portas abertas Danilo Forte aparece bem em qualquer foto entre governistas. Ontem, o prefeito Roberto Cláudio foi pródigo em elogios a ele, no Conjunto Esperança.

Destravamento Na recente estada em Brasília o governador Camilo Santana se desdobrou também no sentido do destravamento de R$ 1 bilhão prometido ao Ceará, via BNDES, para a conclusão do Metrofor.

Perdeu Fim da “queda de braço” pelo comando do PP no Ceará: o deputado Adail Carneio, com toda a sua pose, perdeu para o ex-prefeito de Massapé e candidato a deputado federal, Antonio José.

Suporte Para lhe oferecer suporte à frente do PP, Antonio José contará com os deputados Macedão, Bruno Pedrosa e Leonardo Pinheiro, além do seu pai, Zezinho Albuquerque.

Danilo no PDT? O entrosamento entre o prefeito Roberto Cláudio e o deputado Danilo Forte (PSB) já começa a gerar especulações sobre a ida do filho de Itapajé para o PDT.

Aborrecimento O Governador chegou de Brasília e teve de cara, o primeiro aborrecimento: uma cobrança de US$ 9,3 milhões da empresa The Robbins Company, fornecedora dos “tatuzões”, que viraram sucata.

Pelo silêncio Por entender que a poluição sonora é também questão até de saúde pública, o presidente da CMFor, Salmito Filho, instalou uma comissão de sete vereadores para elaborar uma rigorosa Lei do Silêncio.

Lula x Moro A defesa de Lula sofre derrota do Tribunal Regional Federal da 4a Região, em Porto Alegre, que manteve o bloqueio de seus bens, e da “caixinha” com 9,6 milhões de dindin.

Até que enfim Após perdas incalculáveis, o Brasil terá a sua agência reguladora de mineração, visando organizar o setor, e impedir o contrabando desenfreado de minerais para além-fronteira.

“A moral de muitos políticos é como elevador: sobe e desce. Mas, em geral, enguiça à falta de energia, para desespero dos que neles confiam”. Aparício Torelli (Barão de Itararé – 1895-1971) jornalista criador do humorismo político.

Fonte: O Estado

Mais na mídia

24/09/2017
25/09/2017
26/09/2017
25/09/2017
veja mais