Na Mídia

28/06/2017 - O que virá agora

As vésperas da derrocada da presidente Dilma, era espantoso como adversários do governo se esbaldavam com o sádico prazer de ver o seu fim, pouco importando os resultados. Existem diferenças entre as circunstâncias e conseqüências de como caem governantes. A saída de cena de Getúlio Vargas, que optou pelo suicídio, ante a iminência de uma destituição, foi chorada pela Nação e festejada por muito poucos, precisamente pelos seus figadais inimigos udenistas, liderados pelo ódio de Carlos Lacerda, cujo sonho era tomar-lhe o poder. Fernando Collor deveu a “débâcle” à sua incompetência para tirar o País da maior inflação da sua História, para gáudio dos petistas a quem derrotara.

Dilma, entronizada na presidência por Lula, naufragou num mar de improbidades, dela e de uma corja de políticos e de empresários vocacionados para a prática do mal. O caso do presidente Michel Temer é bem diferente. Ele não se acha sufocado por inflação e a economia dá sinais de recuperação. Credenciado pelo lastro de honrado professor de Direito Constitucional, tinha por obrigação ser e parecer honesto. Seu sufoco advém da avalanche da corrupção gerada com a chegada do PT ao poder, contaminando o governo que herdou, considerando-se milagreiro, vacinado e experiente por também promover a mesma prática na vice-presidência. Hoje presidente, encontra-se empanturrado por ter comido do mesmo bocado da sua antecessora, atolado no mesmo mar de lama de onde dificilmente sairá livre. Com o governo em fase terminal, o mais preocupante são as incertezas do “day after”.

Qualidade de governo Apoiados na tríade governança, investimento e produtividade, a FIEC, Banco Mundial e a Secretaria do Planejamento, realizaram, ontem, na Casa da Indústria, “workshop” focado na modernização de como se deve governar atraindo investimentos em quantidade e qualidade. O empresário Beto Studart, pelo seu dinamismo e pela competência, empalma o espírito da renovação que o Ceará não pode deixar fora da próxima disputa sucessória.

Privilégio Entre os aspectos importantes do “workshop” foi destaque o privilégio que terá o Ceará, como primeiro estado a ser beneficiado por meio da nova política de investimentos adotada pelo Banco Mundial.

Batata quente Ontem, o ministro Edson Fachin, do STF, às voltas com as trapalhadas da Lava Jato, tinha em mãos a decisão de atender a novo pedido de liminar contra a tramitação da PEC de extinção do TCM.

Bola pra frente Apesar da novela em torno da PEC do TCM, a Assembléia Legislativa realizou audiência para análise do parecer do relator, deputado Osmar Baquit (sem partido) favorável à aprovação.

No vazio O deputado Heitor Férrer sugeriu a mudança do nome do TCE para TFC, “Tribunal do Faz de Conta” – por esse não ser respeitado em suas regras e recomendações pelo Governo do Estado.

Cadeia nele! Na visão do deputado Ely Aguiar (PSDC) o presidente do PT-RJ, Washington Quequé “merece cadeia, ao incentivar a violência, atentando contra a democracia e a paz, se o presidente Temer não cair”.

Tá explicado Para a deputada Dra. Silvana, foi anticristã a decisão do TJCE suspendendo PEC de sua autoria proibindo fiscalização em todos os templos religiosos do Estado. Ela é evangélica…

Missão Desde ontem, 27, até sexta-feira, 30, o prefeito RC e sua equipe manterão reuniões com missão do Banco Mundial, para a implementação em Fortaleza, do “Programa Cidade Sustentável”.

Respeitabilidade Em bela solenidade, o Poder Legislativo homenageou ontem, o Dia do Bombeiro. Criado pelo imperador D. Pedro II, trata-se de uma das instituições mais respeitadas e admiradas do País.

Luxo fajuto Em Tauá é assim: enquanto em outros municípios o transporte escolar é péssimo, o de lá é um luxo. Só que, após quatro meses sem pagamento, os motoristas pararam, deixando os alunes a pé.

“Não sabemos se pior criminoso é quem pratica crimes ignorando a Justiça, ou quem quer confrontar a Justiça depois de desrespeitá-la”. Heráclito Fontoura de Sobral Pinto (1893-19910, advogado defensor de vítimas da ditadura, chamado de Doutor Justiça).

Fonte: O Estado

Mais na mídia

24/09/2017
25/09/2017
26/09/2017
25/09/2017
veja mais