Na Mídia

26/05/2017 - “Se Odorico vier para a presidência do partido, eu saio do PSB”, diz Heitor

O deputado estadual Heitor Férrer ameaça sair do PSB caso o deputado federal Odorico Monteiro, vindo do Pros, assuma a presidência estadual do partido. Aliado dos Ferreira Gomes, Odorico se filiou à legenda na último terça-feira, 23, e recebeu convite do presidente nacional, Carlos Siqueira, para comandar a sigla no Ceará. O objetivo de Odorico é “marchar ao lado do governador Camilo Santana (PT)” em 2018.

Adversário antigo do grupo comandado pelo ex-governador Cid Gomes (PDT), Heitor deixou o PDT quando ele, os irmãos Ciro e Ivo Gomes e o prefeito Roberto Cláudio ingressaram no partido em 2015. “O deputado Odorico Monteiro tem estreita ligação política com os Ferreira Gomes, com uma larga folha de serviço prestado a eles. Se apenas filiado ao PSB, não vejo problema, mas se vier como dirigente partidário, ele entra por uma porta e eu saio por outra”, promete.

O deputado reclama que a Executiva Nacional do PDT não o procurou para falar sobre a entrada de Odorico. “O partido tem interesse de ter deputados na Câmara Federal, isso é natural, não tenho queixa disso. Mas ele assumindo o comando seria impraticável e inconcebível ficar num partido controlado pelos Ferreira Gomes”, explica.

Danilo Forte

O antigo presidente estadual, deputado federal Danilo Forte, teria sido destituído por desobedecer o partido ao votar a favor da reforma trabalhista na Câmara Federal. Em nota enviada ainda na última terça, Danilo afirmou por nota que não foi comunicado da decisão pela Executiva e que considera o movimento “desconfortável”.

Já Siqueira afirma que não tem “problema pessoal” com Danilo, mas o fato de ele ter votado contrariando decisão partidária o distanciou da direção.

Em plenária articulada por Danilo na noite desta quinta-feira, 25, no Hotel Marina Park, ele reuniu-se com prefeitos, vices e vereadores de municípios do interior do Estado filiados à sigla e testou sua força.

“Quem mudou de posição foi o partido, não eu. Votei a favor do impeachment da presidente Dilma por entender que o País não podia continuar da forma que estava. O partido também votou, mas, agora, com as reformas que são necessárias, está querendo voltar ao que era antes. Não vou andar para trás”, disse Danilo em discurso no evento.

O encontro contou com a presença dos prefeitos Roberto Barbosa (Jaguaruana), José Juarez (Iracema), Íris Gadelha (Alto Santo), Webston Pinheiro (Solonópole), Heloide Estévam (Tejuçuoca), José Erenarco (Itaiçaba), Glairton Cunha (Jaguaretama), Naumi Amorim (Caucaia), Nonatinho (Irauçuba), Dário Coelho (Itapiúna), Bismarck Bezerra (Piquet Carneiro) e João Barroso (Itapipoca).

Fonte: O Povo


Mais na mídia

24/09/2017
25/09/2017
26/09/2017
25/09/2017
veja mais