Na Mídia

10/04/2017 - A História

O mundo político nem sempre conta a verdade por inteiro, quando conta alguma verdade. Muitas vezes, cidades são invadidas por hordas de estrangeiros, gente que chega de fora e assume lugares, pra estranheza de quem gosta do lugar onde nasceu. O Ceará inteiro tá cheio disso. Cê quer ver? A História Cultural de Sobral, por exemplo, nem lembra de filhos como Domingos Olímpio. O autor de Luzia Homem, seu romance mais conhecido, quando estudante, se juntava a outros parceiros de escola e fazia rifas para a construção do Teatro São João, hoje um ícone da cultura cearense. Só Sobral e Icó tinham teatros que se mantêm até hoje. Detalhe: companhias francesas de teatro, se apresentavam em Sobral, no Teatro São João, com peças em francês. E o povo assistia, entendendo. Falávamos francês. Lembro a ex-primeira dama Olga Monte Barroso, mulher do então governador Parsifal Barroso. Dona Olga falava francês, italiano, espanhol e inglês e era uma bela cronista. Em cada casa naquela Sobral, havia um piano e moças casadoiras que tocavam e encantavam. Ainda assisti às aulas de Mestre Acácio, na Rua do Santo Antônio, onde o Belchior nasceu. O Colégio Santana abrigava internas vindas de todo o Ceará e o Patronato Maria Imaculada preparava moças de famílias menos abastadas para a vida. Aí cê pergunta: onde que ele quer chegar? Simples. A mediocridade que abriga os poderes da cidade, com suas raras exceções. Gente que assina o nome porque tem queda pra desenho se encarapita em cargos, postos e mandatos fazendo rir e chorar a quem olha de perto da coisa. Mas, eu queria falar era de Domingos Olímpio. Isso que tá aí, não é a Sobral do meu tempo de cuja cidadania ando pensando em sobrestar por um tempo.

Frase. “O rio em Granja sangrou”. — Ouvi na televisão. Nunca soube que rio sangrava.Pensei que açude que sangrava. Preciso rever meu Jornalismo.

Gás “sarin“ Projeto de Lei 62/17, do deputado Heitor Férrer (PSB), estabelece a obrigatoriedade da apresentação de certidões negativas da Justiça Federal e da Justiça Estadual para o exercício de cargos, empregos e funções nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Quer garantir a idoneidade dos agentes públicos, permitindo um maior controle sobre o que determina a Emenda Constitucional 74, também de autoria de Heitor, que institui a ficha limpa.

Já notaram?
As eleições de 2018, no Ceará, vão ser comandadas pela desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira.
Caravana
O PDT vai sair em caravana pelo estado do Ceará. Vai ter no comando da vilegiatura o ex-governador Cid Gomes.
Senado
A turma da especulação já soltou os cachorros nas ruas: Cid estava em silêncio, mas essas andanças podem traduzir candidatura ao Senado.
Hotelaria cearense
O presidente do Sindihotéis do Ceará, Manuel Cardoso Linhares, acredita que, na Semana Santa, a rede hoteleira do Estado esteja com 60% de ocupação.
Cadê minhas manchetes?
Ainda não vi: Não vai faltar peixe na Semana Santa. Peixe sobe de preço na Semana Santa. Igreja libera carne pra quem não pode comprar peixe na Semana Santa.
Atrasou a volta
Luiz Girão tem passado três meses aqui, três meses em Lisboa, sua segunda casa. Desta feita atrasou, preocupado com as chuvas que, finalmente, caíram.
Queijo
Segundo Girão, a Betânia, empresa que criou e entregou pros filhos vindos do MIT, agora vai cair no mercado do queijo. Tá na cadeia inteira da produção leiteira.
Olho do big brother
Na travessia da Rodovia Carlos Jereissati, aquele pedaço que passa defronte o Aeroporto Internacional Pinto Martins, tem farol, gente, radar e, agora, câmeras pra saber se alguém ofendeu alguém.

Assim…
Caso você não pare para um pedestre, que também não respeita sinal vermelho, as imagens ao vivo são mandadas para uma central que ferra você bem direitinho.

Mais informações de Macário Batista:
e-mail: macariobatista@uol.com.br

macariobatista.blogspot.com

Fonte: O Estado

Mais na mídia

24/09/2017
25/09/2017
26/09/2017
25/09/2017
veja mais