Na Mídia

04/04/2017 - Deputados cobram recursos para pronto socorro em Fortaleza terça-feira, 04 de abril 2017

O deputado estadual Heitor Férrer (PSB) recebeu em seu gabinete na Assembleia Legislativa, ontem, servidores do Hospital Pronto Socorro de Acidentados de Fortaleza (PSA), que está sob a ameaça de fechar as portas por falta de repasse da Prefeitura.

Segundo os servidores, a unidade está sem receber recursos desde dezembro do ano passado e está há 15 dias sem atender pacientes encaminhados do IJF e Frotinhas. Na semana passada, o parlamentar já havia feito um apelo na tribuna da Assembleia pela manutenção do PSA.
Em vídeo divulgado nesta segunda, em suas redes sociais, Heitor ressaltou a importância do serviço prestado pelo hospital, que chega a realizar 400 cirurgias por mês, e pediu que a Prefeitura tenha sensibilidade para resolver a questão.

“O hospital há 15 dias não está recebendo mais nenhum paciente do IJF. Essas pessoas estão nos corredores do PSA, que fazia o trabalho de desafogar o IJF, por conta do não repasse. Apelamos à Secretaria de Saúde do Município, para que essas pessoas possam ser operadas e amanhã não estejam sequeladas”, disse.
Na semana passada, o deputado Leonardo Pinheiro (PP) ocupou a tribuna no plenário da Assembleia para cobrar a liberação de repasse dos recursos para o Pronto Socorro dos Acidentados (PSA) pela prefeitura de Fortaleza. Segundo o parlamentar, a instituição é a última da rede privada na Capital, que ainda atende pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Na ocasião, Leonardo Pinheiro destacou que, sem o repasse de recursos, o PSA será fechado. “Nos meses de janeiro e fevereiro a unidade funcionou sem repasse de recursos e, infelizmente, se o problema não for corrigido, essa importante unidade vai fechar as portas”, disse.
O deputado salientou que o PSA realiza, em média, 350 cirurgias por mês desafogando as demais unidades hospitalares, principalmente o Instituto José Frota na área de traumatologia. “Se for fechado haverá superlotação de pacientes na área da urgência de traumas”, enfatizou.

50 anos
O parlamentar ressaltou ainda que o PSA está fazendo 50 anos e parabenizou os funcionários e colaboradores da instituição. “Esse hospital presta grande e relevante serviço na sociedade cearense. Mesmo sem o reajuste da tabela do SUS, a unidade permanece prestando serviço ao povo cearense. É preciso fazer todo esforço possível para que o PSA continue operando”, afirmou.
Já o deputado Fernando Hugo (PP) destacou que, entre 2010 e 2015 no Brasil, foram fechados 23,4 mil leitos de atendimento do SUS. “Não tem orçamento porque não tem repasse de recursos federais. A tabela do SUS não é corrigida há 16 anos”, criticou.

Fonte: O Estado

Mais na mídia

24/09/2017
25/09/2017
26/09/2017
25/09/2017
veja mais